Mundotoku

CYBERCOP - OS POLICIAIS DO FUTURO
Mundotoku16:19


Título original: Denou Keisatsu Cybercop.
Título traduzido: Polícia de Cérebro Eletrônico Cybercop.
Produção: Toho, 1988.
Criação: Hiromitsu Muraishi.
Exibição no Japão: NTV, 1988.
Exibição no Brasil: 1990.
Distribuição: Sato Company.




Foi em 12 de outubro de 1990 que Cybercop - Os Policiais do Futuro estrearam no Brasil. E por uma emissora de TV conhecida por apresentar séries do gênero: a extinta e saudosa TV Manchete.

Mesmo antes de ficar pronta, a série Cybercop agradou a distribuidora Sato Company, que logo trouxe a produção ao Brasil, traduzindo-a pela BKS, que não deu-lhe uma boa qualidade de aúdio na tradução como a Álamo em Jiraya, Changeman, entre outras. Porém, o produto, que fez menos sucesso que Jaspion, Jiraya e Changeman, agradou a muitos fãs, chegando a ter figurinhas e quadrinhos lançados pela Editora Abril.



Cena de gravação entre o Comandante Oda, líder do ZAC, e o grupo Cybercop.



A História

O Esquadrão Especial ZAC (Zero Section Armed Constable) cria o Cybercop, um grupo de policiais com super-armaduras que tem como missão combater os criminosos. O ZAC é formado pelo severo Capitão Oda, sua assistent Shimazu, a chefe de comunicação - Miho e o mestre em informática Yazaua.

O time principal do esquadrão é formado pela jovem Tomoko, e os policiais Akira, Takeda, Ryoiti e Osamu. Cada um dos quarto rapazes veste a armadura Unidade Cyber com nome de um planeta e cores diferentes. Akira é Marte, líder da equipe e rival de Takeda. Takeda é o heróico Júpiter, que veio do futuro sem memória, e foi encontrado junto de sua armadura pela Interpol. O mulherengo Ryoiti é Saturno e por fim, Osamu - o sério - é Mercúrio. Os Cybercop passam a combater a organização criminosa Destrap (Death Trap no original). O grupo é liderado pelo supercomputador Fuhrer e é formado pelo misterioso Barão Kageyama, Madame Durwin, Dr. Einstein e Prof. Ployd. Na metade da série, o Dr. Einstein morre, surgindo Luna, que quer ao todo custo destruir os Cybercop e vingar a morte do irmão. Mas, durante um de seus planos, a bela acaba se apaixonando por Marte e começa se desviar de sua intenção inicial. Surge ainda o quinto cybercop: o Lúcifer. Vindo do mesmo futuro de Júpiter, o rapaz surge na série como inimigo, mas, depois de grandes batalhas com o outros membros do Cybercop, o vilão passa a ser mais um membro do ZAC.





Júpiter e Lúcifer numa cena de batalha em Cybercop.




O andróide controlado pela Madame Durwin.


O andróide controlado pelo Dr. Einstein.





Curiosidades


*Tomoko deveria vestir uma Unidade Cyber chamada de Vênus, mas por problemas de custo, tal armadura nunca foi produzida. Sua intérprete, a atriz Mica Chiba também interpretou a canção de encerramento da série, onde aparecia no vídeo com os companheiros do elenco numa banda.

Tomoko (Mica Chiba) integrante do grupo Cybercop

e intérprete da canção de encerramento da série.



*Em 2002 morreu o ator Shogo Shiotani (Akira/Marte), por conta de uma crise depressiva veio a suicidar-se jogando-se do alto de um prédio na região de Dougenzaka(道玄坂) no bairro de Shibuya(渋谷区).


Shogo Shiotani, intérprete de Akira (Marte). Na foto,
cena de gravação da abertura da série "Cybercop".
* Cybercop foi uma das séries que não teve o seu final exibido na TV brasileira, por fins de contrato de exibição.
Sobre a redação A redação do "MUNDOTOKU" apresenta a notícia dos heróis japoneses antigos, que marcaram a infância dos adultos de hoje, e dos heróis contemporâneos. Quem edita é um herói brasileiro que assina pelo nome de "Mundotoku". Todos os textos apresentados são escritos por nosso editor, sem plágio de outros blogs ou sites.

Super Sentai

Loading...

Kamen Rider

Loading...

Ultraman

Loading...

Heróis de Metal

Loading...

Outros heróis

Loading...